COLUNAS



MODA E ESTILO

com


Luiza Garbeline


Avatar Luiza Garbeline
O “Tie Dye” é a tendência do momento
A modinha dos anos 70 que virou febre em 2020.



(Foto: Internet)

Originária da Ásia, a técnica de tingimento de tecido se tornou febre nas décadas de 60 e 70. Expressão inglesa que combina duas palavras do idioma: “amarrar” (tie) e “tingir” (dye). Como o próprio nome diz, para fazer uma estampa tie dye é preciso amarrar e tingir o tecido. 

Há dois anos, encontrava –se perdido no limbo das tendências, tão morto quanto um saiote. De forma tímida, o tingimento artesanal figurou nas coleções de primavera/verão 2019 da Prada, Prabal Gurung e Stella McCartney o queridinho de it-girls e celebridades brasileiras, o tie dye dialoga com a autenticidade e o lado sustentável da moda.

(foto: internet)

Remete ao movimento hippie. Cores coloridas e vibrantes, ele voltou com grande força nas últimas temporadas. Muito alegre, divertido, criativo e versátil, podendo ser usado em diversas ocasiões!  

A tendência invadiu as redes sociais, e tem tudo a ver com nosso clima do Pará por ser a cara do verão, aposte nos looks coloridos para animar seus dias. 

Vocês já devem estar cansados de ouvir esta expressão, mas não mostra indícios de que irá embora tão cedo! 

E ganhou, ainda mais popularidade por oferecer a possibilidade de fazer e customizar peças em casa “Faça você mesmo”.

Galeria de Fotos:



Sobre Luiza Garbeline

Especialista em Consultoria de Moda e Estilo

Graduada em Design de Moda desde 2011.


Sobre a Coluna

Moda e Estilo



COMENTÁRIOS