DESTAQUES

Postagem dizendo que a CELPA 'rouba descaradamente' viraliza em Itaituba e empresa se manifesta
Postagem feita por um perfil falso, que se passa por ex funcionário, diz que há um dispositivo que programa os medidores de energia para calcular um consumo maior que o normal; Em nota, empresa faz esclarecimentos negando as acusações.




Postagem feita no facebook.

Uma postagem feita no último domingo (30) no facebook de uma pessoa que se dizia ex funcionário da CELPA, causou uma grande movimentação. Em poucos minutos haviam centenas de compartilhamentos, o texto viralizou e chegou ao Whatsapp com a mesma intensidade, era fácil vê-lo nos grupos.

O texto já iniciava fazendo um apelo por compartilhamentos, em seguida dizia que por motivos de segurança usava um perfil falso. "Gostaria de frisar que eu e minha família estamos recebendo sérias ameaças de morte por parte do alto escalão da CELPA pois recusei propina para ficar calado, por isso estou usando perfil e foto fake para realizar a denuncia."

Ele segue dizendo que trabalhava desde 2010 no setor de desenvolvimento de softwares para hardwares medidores de energia, e teria sido demitido após denúncia interna. Os termos técnicos utilizados na postagem chamou a atenção, parecia ser, realmente, de uma pessoa com vasto conhecimento do que falava, talvez esse tenha sido o motivo pelo qual o mesmo foi tão compartilhado.

"Meu trabalho era enviar um comando do software da celpa para o leitor, com o objetivo de fraudar o sistema normal de medição que vem de fábrica, depois que passa pelo Inmetro e chega aqui na base em Belem do PA para ser distribuído para as filiais nas cidades." Disse

Ele prossegue dizendo que só descobriu a tal fraude após uma engenharia reversa no sistema, executada por ele e seus colegas, e que ao reportarem a situação aos superiores receberam cartas de demissão e valores exorbitantes para calar e silenciar alguns.

O Giro ainda chegou a conversar com o perfil Falso, que disse já estar se comunicando com uma grande emissora no Pará.

RESPOSTA DA CELPA

Em nota, a empresa afirma que é FALSA a informação. "Isso não é verdade."

A nota ressalta que não há e nunca houve um setor de desenvolvimento de softwares para hardwares de medidores de energia, como foi colocado na postagem. "Os aparelhos em operação no Estado, e que ilustram a publicação, são utilizados por todas as concessionárias do país e contam com a homologação do Inmetro (portarias Inmetro n°431, de 04 de dezembro de 2007; n°586, de 01 de novembro de 2012 e n°587, de 05 de novembro de 2012) e demais órgãos reguladores." diz a nota

Ela destaca ainda que trabalha de forma transparente, respeitando o direito do consumidor e, acima de tudo, primando pelos valores Ética e Dedicação ao Cliente. Também ressalta que que segue rigorosamente as regulamentações e resoluções vigentes no setor elétrico.

Por fim, a nota diz que a empresa já acionou a Delegacia de Crimes Virtuais para as devidas providências. Também se colocou à disposição dos órgãos reguladores e clientes para esclarecimentos sobre o assunto.

www.facebook.com/...e=3&theater

Fonte: Portal Giro




Participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



DESTAQUES  |   02/02/2021 20h55





DESTAQUES  |   18/01/2021 14h26


DESTAQUES  |   07/01/2021 10h53