ESCLARECIMENTO

Mulher envolvida em mal entendido em faculdade de Itaituba conta como tudo aconteceu
Em postagem feita no facebook, mulher de homem que foi confundido com bandido contou os detalhes do ocorrido e afirmou "fugimos por que achávamos que era um assalto".




Jhordano Miranda e Laiane Sousa.

Laiane Sousa, uma das pessoas envolvidas no caso de perseguição policial que terminou na Faculdade do Tapajós, na última segunda-feira (4), conta detalhes de como tudo aconteceu, através de uma postagem no facebook feita na noite da última terça (5).

Veja o texto publicado no facebook

Ontem, 04.06.2019 por volta das 20:30horas, eu e meu esposo Jhordano, seguirmos pela av São jose no perímetro entre 25 e 23 fomos abordandos por um policial (P2) o mesmo encosto a sua motociclista de cor vermelha modelo (fan ou titan) do lado da nossa mostro a arma que estava na sua cintura e mandou a gente encosta, eu e meu esposo pensando que era um assalto abrimos fulga, que ate então o P2 não se indenficou o mesmo estava de bermuda e camisa vermelha.

Seguimos pela João Pessoa a procura de refúgio, chegamos a 7 rua e paramos na frente da faculdade do Tapajós (FAT) descemos da moto e seguinda os 2 caras até então desconhecidos e descaracterizados desceram da moto e veio ao nosso encontro eu e meu esposo convictos que eram assaltantes adentramos a faculdade prezando pela nossa segunça.

Somente após imobilizarem meu esposo os supostos "P2" se identificaram, horas antes ocorreu um tiroteio no km7 e como a moto do meu esposo parecia cm a dos supostos suspeitos eles iniciaram a perseguição (confundiram).

Meu marido foi pisoteado e uma arma foi apontanda pra sua cabeça. A verdade é que a imagem do meu marido foi exposta, ele foi algemado, humilhado, sujeitaram ele que não tinha nada haver como o ocorrido a tortura psicóloga com isso sua imagem já exposta em todas as redes sociais, após analisarem as imagens das câmeras de segurança do local evideciou-se que não estávamos armados, fomos detidos e em seguida fomos liberados.

Mas venho aqui dizer que quanto eu quanto ele somos cidadoes de bem. Nao devemos nada a ninguem não temos passagem pela Polícia. E de uma coisa é certa, Danos morais é crime, e somos conhecedores de nossos direitos! E esse pessoal a que ta usando as fotos e vídeos de má fé seram responsabilizdos pelos seus atos.

Fonte: Portal Giro




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ESCLARECIMENTO  |  30/07/2020 - 09h





ESCLARECIMENTO  |  09/04/2020 - 19h


ESCLARECIMENTO  |  02/03/2020 - 13h