INUSITADO

Auxiliar do IML é denunciado por suspeita de usar cadáver de mulher como objeto sexual
Inquérito policial foi aberto para apurar caso, segundo a Secretaria de Segurança do Amazonas.

Um auxiliar de necropsia do Instituto Médico Legal de Manaus foi demitido e é investigado por suspeita de usar o cadáver de uma mulher como objeto sexual. Em nota, a Secretaria de Segurança do Amazonas (SSP-AM) afirma que o homem foi encontrado por outros funcionários "arrumando as calças enquanto descia subitamente de uma mesa de necropsia onde havia um cadáver".


O Departamento de Polícia Técnico-Científica do Amazonas (DPTC) pediu abertura de um inquérito policial para investigar denúncias da prática de necrofilia pelo auxiliar de necropsia. O caso está sendo investigado pelo 27º Distrito Integrado de Polícia (DIP).


O caso aconteceu no dia 24 de novembro. No dia anterior, um auxiliar administrativo também foi demitido por "faltas funcionais graves praticadas durante o plantão", de acordo com o Departamento de Polícia Técnico-Científica do Amazonas (DPTC). Ele e o suspeito de necrofilia, segundo relato de outros funcionários, deixaram o expediente para assistir ao jogo final da Copa Libertadores e retornaram ao trabalho sob o efeito de álcool.


Fonte: G1 AM





Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






INUSITADO  |   23/05/2021 20h54

Itaituba - PA
 

INUSITADO  |   18/02/2021 16h44