TRABALHO

Através de convênio, presídio de Itaituba possibilita reinserção de 7 presos ao mercado de trabalho
A formalização do convênio entre o CRRI e a empresa apoiadora aconteceu na manhã desta segunda-feira (2).




Apenados que estão participando do convênio. (Foto: Rangel Moraes)

Na manhã desta segunda-feira (2), por volta das 9h30, aconteceu a formalização do primeiro convênio da história do Centro de Recuperação Regional Itaituba (CRRI), através de uma parceria com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP) com a empresa J. Limp Ambiental, de propriedade do empresário Aparecido.

Conforme informado pelo Diretor do CRRI, Rangel Moraes, a partir deste convênio, os apenados do presídio terão a oportunidade de serem reinseridos ao mercado de trabalho, estando assim imersos novamente ao meio social.
 

"A finalidade desse instrumento consiste na absorção de 7 reeducandos para se profisionalizarem e fazerem parte do quadro de colaboradores da referida organização empresarial. Este processo, além de contribuir na remissão de parte da pena dos mesmos, simboliza o início de um processo de reinserção social, devolvendo ao convívio coletivo os indivíduos que, por alguma transgressão à lei, tiveram sua liberdade privada", disse Rangel.

Solenidade no Centro de Recuperação Regional Itaituba (CRRI). (Foto: Rangel Moraes)

A solenidade contou com a participação das seguintes autoridades: Deputado Eraldo Pimenta, Vereador Daniel, pastor Euclides, da igreja da paz, tenente Luiz, do corpo de bombeiros e demais convidados.

Fonte: Portal Giro


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM