SAÚDE

Piloto de Cuiabá que está com suspeita de Coronavírus esteve na comunidade Crepurizinho, em Itaituba
O Giro conversou com o patrão do piloto, o empresário que foi diagnosticado com a doença, ele confirmou que o funcionário ficou cerca de 24 horas na comunidade.


(Imagem Ilustrativa)

Na tarde desta quinta-feira (19), o Giro recebeu informações de que um piloto que teria vindo para a comunidade garimpeira Crepurizinho, em Itaituba, teria sido diagnosticado com o Coronavírus, após ter contato com o empresário cuiabano Valdinei Mauro de Souza, conhecido como Nei, de 50 anos. Em vista disso, a redação entrou em contato o empresário com intuito de comprovar as informações.

Em conversa com o Giro, Valdinei confirmou que foi infectado com o Coronavírus, após ter viajado para algumas localidades fora do Brasil e retornar para Cuiabá/ MT, onde confirmou a infecção. Valdinei afirmou ainda que o piloto, identificado como Walace, de 33 anos, que também reside em Cuiabá, apresentou os sintomas do Covid-19, por isso realizou exames para atestar o vírus, mas ainda não recebeu o resultado.

Valdinei Mauro de Souza, de 50 anos. (Foto: Reprodução)

Segundo Valdinei, Walace foi no domingo (15) para levar alguns funcionários que atuam no Crepurizinho, onde passou aproximadamente 24 horas, ficando até segunda-feira (16). O empresário destacou ainda que já solicitou que os colaboradores fossem remanejados para Cuiabá, logo depois de receber uma ligação do Prefeito de Itaituba, Valmir Clímaco.
 

"O Valmir me ligou muito preocupado e colocou o secretário de saúde para saber do assunto. Ele perguntou nomes de pessoas e esteve disponibilizando os agentes de saúde aí na região para isolar as pessoas
com quem ele teve contato, mas não é muita gente não, é pouca gente", acrescentou o empresário.

O empresário disse ainda que vem com frequência para a região pelo fato de ser proprietário de uma fazenda onde é realizado o trabalho de mineração, no Crepurizinho, mas, desta vez, não veio junto com o piloto porque tinha viajado à trabalho para fora do país.

Valdinei esteve em Miami, no Estados Unidos, depois de chegar no Brasil seguiu para São Paulo e Belo Horizonte (MG), posteriormente retornou a Cuiabá, onde reside atualmente e está em isolamento domiciliar.

Em entrevista ao site Gazeta Digital, Valdinei fez um alerta e disse que informações estão sendo omitidas. Ele afirmou que teve contato com dezenas de pessoas.

"E tem muito mais pessoas infectadas. É muito mais do que estão falando. Estão escondendo as informações. Pode ter certeza". disse o empresário

A esposa do empresário também confirmou para amigas que está em isolamento. Ela passou a ter os sintomas, procurou um médico e aguarda o resultado. Uma funcionária do casal também teria testado positivo para coronavírus.

Mal entendido

Em meio a toda repercussão do caso, o empresário de Itaituba Claudinei Antunes, conhecido como Nei, foi citado em áudios como sendo a pessoa que havia contraído a doença, tudo isso pelo fato do empresário matogrossense infectado também ser conhecido como Nei.

Família de Ney. (Foto: Acervo Pessoal)

Outra coincidência no caso é o fato de dois filhos de Claudinei, Pettryn e Breno, terem retornado dos Estados Unidos (EUA) há poucos dias.

Em conversa com o Giro, Pettryn disse que, ao chegar em Itaituba, procurou a prefeitura para comunicar sobre a vinda dos EUA e, apensar de não estarem apresentando nenhum sintoma da doença, permanecem em casa seguindo as orientações.

Fonte: Portal Giro 


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



SAÚDE  |   26/07/2021 12h05

Itaituba - PA
 




SAÚDE  |   24/07/2021 18h51