POLÊMICA

Funcionários de agência são feitos de reféns durante tentativa de assalto, em Itaituba
Segundo informações, os bandidos estavam fortemente armados e procuravam por uma maleta de ouro, que estaria com o proprietário da agência de transporte..




Caso foi registrado na 19ª Seccional de Polícia Civil de Itaituba. (Foto: Reprodução)

Uma agência de transporte foi alvo de bandidos durante a noite desta quarta-feira (08), na comunidade Sol Nascente, localizada na Rodovia Transamazônica, km 254, em Itaituba. 

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na 19ª seccional de polícia, o crime aconteceu por volta das 22h, quando quatro bandidos chegaram na Agência Sol Nascente e rederam três funcionários, uma mulher e dois homens. Os criminosos estavam à procura do proprietário do estabelecimento, acreditando que o mesmo estaria com um malote de ouro. O dono foi chamado, mas recusou-se a sair do cômodo onde estava. 

Uma porta do estabelecimento foi arrebentada pelos assaltantes, a fim de entrar no quarto da pessoa, porém, sem sucesso. Desta forma os bandidos fizeram os funcionários de reféns por cerca de 1h30. Até que, ainda segundo o boletim, os bandidos se casaram de esperar, liberaram os reféns e obrigaram os mesmos a entrarem para dentro da mata. Nesse momento os assaltantes fugiram, sem levar nada. Eles desistiram do assalto por conta da dificuldade encontrada durante o roubo.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, durante o período em que funcionários foram feitos de reféns, os criminosos os questionavam sobre se no quarto tinha apenas uma pessoa, se tinha algum malote de ouro dentro do quarto e com quantos passageiros decolava o avião da empresa.

Os bandidos estavam com muitas armas, incluindo metralhadora; as características dos mesmos foram descritas como: um branco e alto; o outro alto, magro e moreno; o terceiro era jovem, gordo e branco, já o quarto e último assaltante era moreno baixo e forte, todos estavam de coturno.

Fonte: Portal Giro




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÊMICA  |  03/06/2020 - 16h





POLÊMICA  |  16/04/2020 - 11h