EDUCAÇÃO

Alunos da rede municipal de ensino terão aulas a distância pela TV Aberta, em Itaituba
A secretaria de educação fez parceria com a TV Itaituba, afiliada a Rede Record, para transmissão de atividades pedagógicas a partir da próxima quinta-feira (25).



A Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Itaituba fechou uma parceria com a TV Itaituba para que a emissora faça a transmissão, a partir da próxima quinta-feira (25), de atividades pedagógicas voltadas para os alunos da rede municipal de ensino, que estão com as aulas regulares suspensas desde o último dia 26 de março, em virtude da pandemia de coronavírus.

A emissora afiliada da RecordTV no município, vai transmitir as aulas por meio do Canal digital 2.1, que alcança tanto alunos da zona urbana quanto da zona rural. Os conteúdos devem ser veiculados uma vez por dia, de segunda a sexta-feira, sempre após o programa jornalístico “Balanço Geral”, às 13h. As aulas serão destinadas às turmas do Ensino Infantil (do berçário ao pré 2); Ensino Fundamental (do 1ª ao 9º ano) e ensino de Educação de jovens e adultos (EJA).

Parceira foi decidida durante reunião. (Foto: Reprodução/ Record TV)

Segundo Amilton Pinho, secretário de educação, os vídeos passados na TV serão com conteúdo explicativo, com no máximo 15 min de duração. “É justamente aquela explicação que os professores dariam em sala de aula”. A princípio, os conteúdos serão veiculados durantes 30 dias, após isso será reavaliado os dados de covid-19, podendo ou não ser prorrogado a medida de aulas via TV.

Secretário de Educação, Almilton, apresentando a plataformar "Sistema Gestor". (Foto: Divulgação)

Com isso, o número de ferramentas e recursos disponibilizados pela prefeitura, para que o aluno possa estudar e aprender mesmo em meio a pandemia, aumentou. Na semana passada, havia sido lançada uma nova versão do “Sistema Gestor”, plataforma on-line onde o educando pode realizar exercícios e também acessar conteúdos pedagógico.

Interface do canal no youtube da SEMED. (Foto: Reprodução)

Outra plataforma que veio junto ao Sistema, foi o canal do Youtube, onde vídeos feitos pelos professores são publicados e podem ser assistido a qualquer momento pelo aluno. Até a manhã desta quarta-feira (24) pelo menos 54 vídeos já haviam sido divulgados.

Além das transmissões via canal aberta, Amilton afirma que a secretaria de educação está buscando meios para que os mais de 26 mil alunos matriculados na rede de ensino, neste letivo de 2020, possam ter, também, aulas por meio do rádio.

Aquele aluno que encontrar dificuldades no acesso das plataformas e/ou que não tenha acesso a internet, pode dirigir-se até a escola em que está matriculado é fazer o requerimento dos conteúdos impressos, informou o secretário.

Fonte: Portal Giro




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM