ECONOMIA

Caixa começa a pagar amanhã terceira parcela do auxílio emergencial
Mais de 40 milhões de pessoas receberão os créditos até o próximo sábado (4), de acordo com o mês de nascimento.




Foto: Reprodução

O governo brasileiro publicou hoje no Diário Oficial da União (DOU) o calendário para a 3ª parcela do auxílio emergencial durante a pandemia do coronavírus.

A 3ª parcela de R$ 600 começa a ser depositada neste sábado (27) para pessoas que se inscreveram pelo aplicativo ou site da Caixa, ou que já estavam no Cadastro Único mas não são beneficiários do Bolsa Família. Porém, será preciso esperar para poder sacar o dinheiro ou transferir para outros bancos —em alguns casos, quase três meses.

Por enquanto, apenas beneficiários do Bolsa Família com direito ao auxílio emergencial haviam recebido a 3ª parcela, seguindo o calendário de pagamentos do programa, conforme o número final do NIS. O pagamento do auxílio para inscritos no Bolsa Família continua até terça-feira (30).

Hoje, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) citou a possibilidade de pagar mais 3 parcelas para o auxílio emergencial, durante transmissão de live realizada na noite de hoje, mas que ainda não há nada confirmado. Os valores, segundo Bolsonaro, seriam de R$ 500, R$ 400 e R$ 300, somando assim R$ 1.200.

O público beneficiário do auxílio emergencial que tenha recebido a segunda parcela em maio de 2020 receberá o crédito da terceira parcela em poupança social digital aberta em seu nome.

São dois calendários; saque demora mais

De acordo com a portaria assinada pelo Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, serão dois calendários, ambos levando em conta a data de nascimento do trabalhador.

Um deles, que começa em 27 de junho, é para o depósito na poupança digital da Caixa. Todos os beneficiários da segunda parcela vão receber o dinheiro em uma conta digital, mesmo aqueles que indicaram conta de outro banco no cadastro. Nesse caso, os valores poderão ser usados apenas para pagamento de contas e boletos e para compras por meio de cartão de débito virtual.

O segundo calendário, que começa em 18 de julho, é para o saque do auxílio em dinheiro nas agências da Caixa. Em alguns casos, o trabalhador terá que esperar quase três meses para sacar o dinheiro.

Beneficiários pagos por data

Crédito em 27/06
- Nascidos em janeiro e fevereiro
- 4,9 milhões de pessoas

Crédito em 30/06
- Nascidos em março e abril
- 5,2 milhões de pessoas

Crédito em 01/07
- Nascidos em maio e junho
- 5,2 milhões de pessoas

Crédito em 02/07
- Nascidos em julho e agosto
- 5,1 milhões de pessoas

Crédito em 03/07
- Nascidos em setembro e outubro
- 5,2 milhões de pessoas

Crédito em 04/07
- Nascidos em novembro e dezembro
- 5 milhões de pessoas

Transferências e saque em dinheiro

Para quem vai fazer o saque em dinheiro, os pagamentos começam em 18 de julho e vão até 19 de setembro. O calendário inclui a terceira parcela, a segunda parcela para os aprovados no lote 2 e a primeira parcela para os aprovados do lote 4. Veja abaixo:

18 de julho – nascidos em janeiro 
25 de julho – nascidos em fevereiro
1º de agosto - nascidos em março
8 de agosto - nascidos em abril
15 de agosto – nascidos em maio
29 de agosto – nascidos em junho
1º de setembro – nascidos em julho
8 de setembro – nascidos em agosto
10 de setembro – nascidos em setembro
12 de setembro – nascidos em outubro
15 de setembro – nascidos em novembro
19 de setembro – nascidos em dezembro

Fonte: UOL e G1




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM