SAÚDE

Sob aplausos e vaias ao governador, hospital Regional do Tapajós é inaugurado
Segundo o Governador Helder, a unidade irá atender casos de pacientes com covid-19 e também outras especialidades de saúde.




Hospital Regional do Tapajós. (Foto: Alécio Freitas-Portal Giro)

O Hospital Regional do Tapajós (HRT), batizado de Teófilo Olegário Furtado, foi inaugurado na tarde desta quinta-feira (09). A Unidade veio para reforçar o atendimento especializado durante a pandemia da Covid-19, onde servirá para atender pacientes em estágios mais graves da doença, além de atender a população em geral, com algumas outras especialidades de saúde, encaminhados de outras unidades de saúde de Itaituba e região.

Helder Barbalho e sua comitiva política. ( Foto: Alécio Freitas/ Portal Giro)

O funcionamento do Hospital se deu para desafogar os atendimentos nas unidades hospitalares de Santarém. De início, segundo o Governador Helder Barbalho, o funcionamento da unidade será dividido em duas alas, a de pacientes com covid-19 e uma de atendimentos específicos de outras especialidade de saúde. Ao todo, estão sendo disponibilizados 133 leitos, sendo 25 leitos de UTI e 108 leitos clínicos, informou Helder. A estimativa é que a Unidade possa atender 100% de sua capacidade até o final de 2020.
 

"Estamos priorizando o atendimento na unidade geral, para atender a população imediatamente, mas também, estamos disponibilizando uma ala reserva de UTI de leitos clínicos para pacientes de Covid-19", diz Helder.

Helder Barbalho em entrevista coletiva à impresa. (Foto: Richardson Vieira/Portal Giro)

Desde o mês de maio, três datas haviam sido anunciadas pelo Governo do Estado para possível inauguração do Hospital, porém, nenhuma tinha sido cumprida. Nesse período, o governo estipulou que a inauguração deveria ocorrer com pelo menos 54 leitos de atendimentos, logo depois mudou a meta para apenas 30 leitos, sendo 20 de clínica médica e 10 de UTI, o que seria equivalente a cerca de apenas 18% de sua capacidade total, que, quando atender em sua totalidade será de 164 leitos.

Protesto

Durante a chegado do Governador Helder Barbalho ao Hospital Regional, manifestantes utilizaram de cartazes e cruzes para realizar um protesto, pelo funcionamento total da Unidade, e não apenas uma parte.
 

Eu faço tratamento desde 2017 fiquei ansiosa por esse regional. Esperamos há 7 anos, mas é triste a gente ver que o governador  faz um propaganda  dizendo que vai inaugurar um regional, e nós que fazemos tratamento ficamos ansiosos por esse regional, esperando, daí ele vem e inaugura 28 leitos. É como a gente ir à feira e comprar um pedaço de melancia. Isso é triste para nossa cidade", diz uma das participantes do movimento.

Manifestantes pedem pelo funcionamento total do hospital. (Foto: Alécio Freitas/ Portal Giro)

Fonte: Portal Giro




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM