OBRAS

Obras em Itaituba e Novo Progresso terão R$ 50 milhões para asfaltamento e drenagem
Somente em Itaituba, cerca de 30 quilômetros de vias receberão serviços de drenagem e pavimentação.




As obras de drenagem e pavimentação avançam em municípios do sudoeste paraense. (Foto: Agência Pará)

Os municípios de Novo Progresso e Itaituba receberam, nesta terça-feira (14), a visita dos Engenheiros da Secretaria de Estado Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) que vistoriaram as obras de pavimentação e drenagem profunda, realizadas pelo governo do Estado.
 
Em Novo Progresso, pelo menos 42 vias devem receber nova rede de drenagem e pavimentação, um investimento superior a R$ 15 milhões, que vai proporcionar melhor qualidade de vida à população.
 
Para o vice-prefeito de Novo Progresso, Gelson Dill, está é a maior obra de infraestrutura realizada na história do município. "É uma obra que traz qualidade de vida para todos. Há muito tempo o município não recebia benefícios e agora está sendo visto pela nova gestão estadual", ressalta Gelson Dill. A previsão da Sedop é que os trabalhos no município se estendam pelos próximos dois meses.

As obras chegam a R$ 50 milhões de investimentos do governo do Estado na região. (Foto: Agência Pará)
 
No município de Itaituba, a previsão é de que 30 quilômetros de vias recebam nova drenagem e pavimentação - um investimento de mais de R$ 35 milhões. "É uma das maiores conquistas para o município essa obra de pavimentação. Aqui, no verão era poeira, e no inverno lama. As obras chegaram a ruas que nunca tiveram asfalto", disse o prefeito do município, Valmir Clímaco.

 "Nós estávamos em uma poeira horrível. Eu ia até mudar daqui. Com o asfalto, melhorou", avaliou Pedro Geraldo de Souza, que mora na Rua 4 B, no bairro São Francisco, um dos beneficiados pelos 400 metros pavimentados.

O trabalho em Itaituba deve prosseguir até o mês de outubro. Nas próximas semanas, as ruas vão começar a receber calçada e meio-fio.

As ações fazem parte do Programa Municípios Sustentáveis e contam com investimentos externos do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e do New Development Bank (NDB), instituições internacionais que apoiam projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável.

Fonte: O Liberal




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM