POLICIAL

Homem é preso acusado de estuprar menina de 11 anos em região garimpeira de Itaituba
Crime aconteceu no garimpo de Creprurizão; Em depoimento, o acusado afirma que manteve relação sexual com a menina, mas que ela teria consentido.




Delegacia de polícia de Itaituba. (Foto: Alécio Freitas/Portal Giro)

Um homem, identificado como Marcones Henrique Conceição Silva, de 32 anos, foi preso na noite desta última terça-feira (28), no Crepurizão, região garimpeira do município de Itaituba, acusado de ter estuprado uma menina de 11 anos.

Segundo relato da avó da vítima à Polícia, Marcones, natural de Itaituba, é amigo da família e, na ocasião do crime, a vítima estava na casa dele, que teria a convidado para ir de moto a um determinado lugar. No trajeto, ele teria parado a moto e cometido o ato sexual.

Neste momento, a vítima teria saído do local em desespero, chegando em sua residência chorando.
Diante dos fatos, os policiais locais imediatamente diligenciaram até a residência do acusado e efetuaram sua prisão.

Versão do acusado

Por outro lado, Marcones deu outra versão dizendo que a menina teria consentido a relação sexual. “Começamos a se agarrar, que aí rolou, que ficamos e foi”, alegou em depoimento.

Marcones Henrique Conceição Silva, de 32 anos. (Foto: Reprodução/ Plantão24h)

Na íntegra do depoimento, diante de indagações, Marcones alegou inicialmente que é garimpeiro, não responde processo criminal, é pai de 4 filhos, não é usuário de entorpecentes, e que somente faz uso de bebida alcoólica.
Marcones narrou sua versão dizendo que era por volta das 00h00 do dia 29, quando estava ingerindo bebida alcoólica na casa de sua mãe com suas duas irmãs, outro homem que não soube informar o nome, estando presente também a menina de 11 anos. Neste ínterim, ele alega que ela teria o chamado para dar uma volta.
 
Ambos saíram então em direção à residência da irmã dele, localizada no morro dos macacos. Após saírem, continua ele, ambos foram até uma lanchonete próxima, ocasião em que a menina teria o chamado para ir a um balneário.

No transcorrer da trajetória, ele afirma que parou o veículo em um dado local, ocasião em que ”Começaram a se agarrar, que aí rolou, que ficamos e foi”.

Após o ato, o acusado diz que foi deixar a menina em sua casa, momento em que a mãe da mesma começou a brigar com ela. Diante disso, ele pegou o veículo e foi embora para sua casa.

Quando foi por volta das 8h, a polícia chegou em sua residência e efetuou sua prisão. Perguntado sobre o que ele quis dizer ‘Nós ficamos’, ele afirmou que manteve relação sexual com a menina e que ela teria consentido.
 
Fonte: Plantão 24horas News




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM