JUSTIÇA

​Familiares e amigos de homem morto a tiros em Itaituba fazem protesto e pedem justiça
Protesto aconteceu na frente da 19ª Seccional de Polícia Civil. Ronivaldo Barros, de 39 anos, foi baleado e morto na quinta-feira (17).




Manifestação ocorreu na noite desta sexta-feira (18). (Foto: Rubson Vieira/Portal Giro)

Familiares e amigos de  Ronivaldo da Silva Barros, 39 anos, mais conhecido como “Velho Barros”, realizaram manifestação e pediram Justiça para o caso do homem, na noite desta sexta-feira (18). Ele foi morto a tiros em frente um posto de lavagem na manhã desta quinta-feira (17) e morreu na tarde do mesmo dia, após dar entrada no Hospital Municipal de Itaituba (HMI).

Os familiares da vítima foram recebidos pelo delegado que acompanha o caso e falou sobre o andamento do inquérito e das investigações para que o caso seja solucionado o mais breve possível, mas como as investigações estão em segredo de Justiça a Polícia não pôde prestar esclarecimentos à imprensa.

Familiares chegaram a ser ouvidos pelo delegado do caso. (Foto: Rubson Vieira/Portal Giro)

"É difícil para nós, enquanto amigos, entender e absorver o que aconteceu com Ronivaldo. Ele sempre foi um trabalhador. Não temos relatos de ameaça de e nem de inimigos. Isso tonar mais difícil absorver o porquê tira a vida de uma pessoa do bem”, relata um amigo da família.  

Uma outra pessoa, amiga da família, diz que não há crime perfeito e que Ronivaldo, não fazia mal a ninguém. “Não é porque ele morreu que ele virou perfeito, mas ele era uma pessoa boa e tratava todo mundo bem. Ele alegrava o dia da gente. Não existe crime perfeito, por isso, eu peço que quem viu o crime, que se dirija até a delegacia para prestar depoimento, todo detalhe irá ajudar nas investigações”, finaliza.

O crime

Ronivaldo foi baleado na tarde de quinta-feira (17), quando estava sentado em uma cadeira em frente um lava jato, na 7ª rua do bairro Bela Vista, próximo a Travessa Lauro Sodré.

Vítima recebendo atendimento médico ainda no local do acidente. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Segundo testemunhas, dois suspeitos se aproximaram da vítima, em uma motocicleta, e efetuaram pelo menos três disparas em sua direção. Ronivaldo foi atingido na região da cabeça e no abdômen.

Ele ainda chegou a ser socorrido pela uma equipe médica e chegou a dar entrada no Hospital Municipal de Itaituba (HMI) com vida, mas não resistiu aos ferimentos e foi óbito.

O caso está aos cuidados da polícia civil, que está investigando o homicídio.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM