ITAITUBA

Mulher é hospitalizada após tentar suicídio ingerindo alta dose de tarja preta, em Itaituba
A mulher ingeriu altas doses de clonazepam, um remédio de “tarja preta”.




Mulher foi atendida pelo Samu e encaminha ao Hospital Municipal de Itaituba. (Foto: Reprodução/TV Itaituba/Canal 2.1 HD)

Na tarde desta terça-feira (22), por volta das 15h45min, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada para atender uma ocorrência de tentativa de suicídio no bairro Bela Vista, em Itaituba.

Uma mulher, identificada pelas iniciais L.S.T, de 30 anos, havia ingerido alta dose de Clonazepam, medicamento de tarja preta, indicado para o tratamento de crises epilépticas, espasmos infantis, transtornos de ansiedade e de humor, síndromes psicóticas, síndrome das pernas inquietas e da boca ardente e também no tratamento de vertigens e distúrbios do equilíbrio, em adultos e crianças.

Segundo informações, problemas familiares seria a causa damulher ter tentado tirar a própria vida. Ela foi encaminhada para o Pronto Socorro do Hospital Municipal de Itaituba, onde deu entrada inconsciente.

O Giro solicitou informações à unidade hospitalar sobre o estado de saúde da mulher, contudo, até a publicação desta matéria, não obteve resposta.

A vida vale a pena!

O suicídio é, ainda hoje, considerado um tabu por questões religiosas, morais e culturais, encarado como um "pecado", talvez o pior deles. Por isso, ainda temos medo e vergonha de falar publicamente sobre o tema e este preconceito não desaparece sem o esforço de todos nós.

Precisamos falar sobre o tema para que as pessoas não tenham dificuldades em procurar ajuda. A falta de conhecimento e de atenção acerca do suicídio são obstáculos à prevenção correta, é fundamental combater o estigma que paira sobre as doenças mentais.

Caso você esteja pensando em cometer suicídio, procure ajuda especializada como o CVV através do site oficial da instituição (clique aqui), que funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) ou pelo telefone 188, e também atende por e-mail, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil.

Outra opção são os CAPS (Centros de Atenção Psicossocial). Em Itaituba, a instituição fica localizado na 10ª rua do bairro Floresta, e atende de segunda a sexta das 07h30 às 13h e das 14h às 17h30. Vale lembrar que este mês marcado pela campanha "Setembro Amarelo", de prevenção ao suicídio.

Fonte: Portal Giro, com informações da TV Itaituba, Canal 2.1 HD




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM