ALERTA

​Pelo menos três ataques de peixes a banhistas foram registradas em praia de Itaituba
A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros. O local dos ataques, a Praia do Aramanay, permanece funcionando normalmente.




Homem teve ferimentos na coxa após ser atacado e mulher parte do dedo do pé arrancado. (Foto: Reprodução)

Um caso que ganhou repercussão regional no início desta semana, inclusive sendo reproduzido pelos grandes sites paraenses, foi o caso da jovem Welida, de 24 anos, na qual teve parte de um dedo do pé arrancado por um peixe, de características piranha, na praia do Aramanay, em Itaituba, no último fim de semana.

Após o caso, a redação do Giro recebeu novas informações, que, posteriormente, foram confirmadas pela Corporação do 7º Grupamento Bombeiro Militar de Itaituba, sobre outros casos que também ocorreram nas aguas da referida praia.

No mesmo sábado (17) em que Welida foi atacada, um homem, não identificado, também chegou a ser ferido na coxa pelos peixes.  Ele foi atendido pelo bombeiro militar que estava no local. A corporação não deu detalhes sobre o terceiro caso, mas disse que também ocorreu no sábado (17) e a vítima recebeu os atendimentos necessários e, logo depois, liberada.

Ainda conforme o corpo de bombeiro, a praia onde ocorreu os ataques de peixes, não foi interditada e permanece aberta aos banhistas, que mesmo em pandemia, chegam a lotar o local. Apesar disso, nos últimos dias não houve registro de novos ataques.

Fonte: Portal Giro

Receba as noticias do portal Giro no whatsapp, clique AQUI.


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ALERTA  |   20/01/2021 08h26





ALERTA  |   12/01/2021 12h21


ALERTA  |   04/01/2021 14h47