DENÚNCIA

​Consumidora registra B.O após receber conta de energia no valor 300% maior que o usual em Itaituba
A consumidora entrou com pedido de revisão da fatura, mas valor continua alto e a concessionária de energia não deu uma resposta sobre o aumento.


Talão de energia, à esquerda, e ordem de desligamento da energia, à direita. (Foto: Rubson Vieira/Portal Giro)

Uma consumidora que mora no bairro da Liberdade, em Itaituba, reclama que recebeu uma conta de energia 300% mais cara do que a do mês anterior. Segundo Maria Ivone, moradora da residência que recebeu a conta, suas faturas sempre vieram no valor de R$200 a R$250, mas em outubro e novembro de 2020 a cobrança foi de R$ 916 e R$ 870, respectivamente.
 
Maria ficou indignada com o valor da fatura. "Eu só tenho duas televisões, três ventiladores, 5 lâmpadas, duas geladeiras e um tanquinho que nem uso, mais nada. É um absurdo. Eles vão cortar a minha luz essa semana e eu não tenho esse dinheiro para pagar. Então eu preciso de uma resposta, urgente", disse em entrevista ao Giro.
 
Ela também afirma que antes de receber os talões caríssimos, uma outra fatura de pouco mais de R$ 300 havia sido emitida pela Equatorial, concessionária que administra a energia no Pará, e que apesar de achar anormal, efetuou o pagamento. Após isso, veio a cobrança de R$ 916, na qual Maria buscou esclarecimento da concessionária.

Talões de Outubro e Novembro, de R$ 916 e R$ 870, respectivamente. (Foto: Rubson Vieira/Portal Giro)
 
A empresa informou para Maria que iria mandar um técnico para pegar o medidor de energia e encaminha-lo para análise em Belém e que durante esse período bloquearia a cobrança de fatura e não cortaria o seu fornecimento de energia.
 
Porém a consumidora conta que não foi isso que ocorreu, a Equatorial não deu respostas sobre o aumento da energia, nem sobre o medidor, e no mês de novembro enviou outra fatura de R$870 para Maria. Além disso, esta semana a empresa enviou para a residência um aviso de corte de energia.
 
"Eu vendo bolo no pote na rua, eu não tenho marido, e tenho que pagar um valor absurdo", falou Maria, indignada.

Contraponto
 
Procurada pelo Giro a Equatorial Pará, em Itaituba, informou que foi feita uma reanálise do caso e constatou que a cobrança foi devida e que a equipe de relacionamento da empresa já repassou à cliente todas as orientações relativas as respostas da reclamação.

A Equatorial Pará informaou, ainda, que conforme Art. 166, inciso 1º. da Resolução ANEEL 414/10, as instalações internas são de responsabilidade do cliente, portanto, orienta que, caso necessário, seja solicitada uma avaliação técnica nas instalações internas do imóvel para certificar sobre as condições das fiações, e reforça que, qualquer defeito pode interferir no consumo mensal da conta de energia.

A distribuidora esclarece, ainda, que em situações de dúvidas sobre os valores cobrados na conta de energia, o cliente pode entrar em contato com a empresa por meio dos canais de atendimento que estão disponíveis 24h, por meio do 0800 091 01 96, pela assistente virtual Clara, via WhatsApp no número (91) 3217 8200, pelo site www.equatorialenergia.com.br e ainda pelo App Equatorial Energia, disponível para dispositivos Android e IOS.

Fonte: Portal Giro

Receba as noticias do portal Giro no whatsapp, clique AQUI.


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



DENÚNCIA  |   08/06/2022 11h54

Itaituba - PA
 




DENÚNCIA  |   11/05/2022 16h35

Itaituba - PA
 

DENÚNCIA  |   04/04/2022 18h34

Itaituba - PA