CONCURSOS

Concurso: PM corrige editais para soldados e oficiais; veja os detalhes!
O certame ofertará 2.405 vagas e remuneração inicial de até R$ 4,9 mil.




PM: candidatos têm poucos meses de preparação para as provas, que vão ser aplicadas entre fevereiro e março de 2021. (Foto: Divulgação)

A Polícia Militar do Estado do Pará retificou diversos pontos dos editais para Soldados e Oficiais. O certame ofertará 2.405 vagas e remuneração inicial de até R$ 4,9 mil. As informações são do portal Gran Cursos Online. 

Remarcação do TAF para gestantes (Soldado e Oficial)

A gravidez, por si só, não é fator inabilitante para a realização dos testes de aptidão física, conforme previsto no parágrafo 3º do art. 1º da Lei Estadual no 9.143/2020. Entretanto, caso a candidata se apresente em situação gestacional que a inabilite ou impossibilite a realizar os testes de avaliação física deverá, até três dias antes da data e horário estabelecidos em Edital específico de convocação para a prova, requerer sua remarcação à Comissão do Concurso.

Tudo poderá ser feito por meio de formulário específico, que será disponibilizado na página de acompanhamento, comprovando documentalmente o estado de gravidez e apresentando declaração médica competente de sua inabilitação para os testes em razão do estado gestacional, acompanhada de exames laboratoriais.

O disposto no edital para candidatas gestantes não se estende as provas de conhecimento, avaliação psicológica, exame médico, investigação de antecedentes pessoais ou qualquer outra etapa do certame”.

Cronograma (Soldado e Oficial)

Os primeiros dez itens do cronograma do concurso PM PA também foram alterados.

Confira as novas datas estabelecidas pelo edital de retificação:


Avaliação de Saúde (Soldado e Oficial)

Para a etapa de Avaliação de Saúde foram incluídos testes toxicológicos, que deverão ser do tipo de “larga janela de detecção”, que acusam uso de substâncias entorpecentes ilícitas causadoras de dependência química ou psíquica de qualquer natureza, devendo apresentar resultados negativos para um período mínimo de 90 dias.

O resultado do exame para detecção do uso de drogas ilícitas ficará restrito à Banca Examinadora, que obedecerá o que prescreve a norma referente à salvaguarda de documentos classificados com sigilo, sob pena de responsabilidades, conforme legislação vigente.

Quantitativo de questões (Oficial)

A prova objetiva para o cargo de Oficial terá 60 questões, de múltipla escolha, com cinco alternativas em cada questão, para escolha de uma única resposta correta e pontuação total variando entre o mínimo de 0,00 ponto e o máximo de 82,00 pontos. A avaliação objetiva, a partir de agora, terá a seguinte distribuição de questões e pesos:


Os critérios de desempate (Oficial) a partir de agora, no caso de igualdade de pontuação na classificação final, terá preferência o candidato com:

a) maior pontuação na prova discursiva;

b) maior quantidade de acertos na soma das questões de Direito Penal Militar e Direito Processual Penal Militar;

c) maior quantidade de acertos nas questões de Legislação Institucional;

d) maior quantidade de acertos na soma das questões Direito Penal e Direito Processual Penal;

e) maior quantidade de acertos na soma das questões de Direito Constitucional e Direito Administrativo;

f) maior quantidade de acertos na soma das questões de Direito Civil e Processo Civil;

g) maior quantidade de acertos nas questões de Direitos Humanos;

h) maior quantidade de acertos nas questões de Português;

i) maior quantidade de acertos nas questões de Legislação Penal Especial; e

j) idade mais avançada”.

Acesse o edital retificado na íntegra!

Fonte: Dol
 


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM