ECONOMIA

Caixa retorna valores não movimentados do FGTS emergencial
Trabalhadores que tenham optado por não fazer a retirada ainda podem mudar de ideia e solicitar o saque entre os dias 7 e 31 de dezembro.




Foto: Reprodução

A Caixa informou nesta segunda-feira (30) que cerca de R$ 7,9 bilhões do Saque Emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) creditados em poupança digital não foram movimentados e, em razão disso, retornarão para as contas vinculadas dos trabalhadores, devidamente corrigidos.

O calendário de pagamentos do Saque Emergencial do FGTS no valor de R$ 1.045 começou em junho e terminou neste mês de novembro. Durante todo o calendário, foram disponibilizados R$ 37,8 bilhões para mais de 60 milhões de trabalhadores. Ou seja, 20,9% do total não foi retirado.
 

A Caixa lembra, porém, que os trabalhadores que ainda desejarem retirar os recursos podem solicitar o saque pelo aplicativo FGTS entre os dias 7 e 31 de dezembro.


"Nesses casos, o saldo será transferido novamente para a conta digital aberta pela Caixa e ficará disponível para movimentação pelo aplicativo Caixa Tem", explica o banco.

O saque emergencial foi criado por meio da Medida Provisória 946/20 em meio ao conjunto de açõs do governo para atenuar os impactos da pandemia de coronavírus.

Consulta de saldo e informações de saque

Para receber o Saque Emergencial FGTS, é preciso estar com os dados cadastrais atualizados. Segundo a Caixa, os trabalhadores que ainda não receberam devem acessar o aplicativo FGTS, complementar os dados cadastrais e solicitar o saque dos valores, que serão creditados na Conta Poupança Social Digital. O valor e a data do crédito serão informados em seguida.

A Caixa disponibiliza os seguintes canais de atendimento para o saque emergencial FGTS:
 
Fonte: G1 Economia


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM