POLÍTICA

PF solicita permissão ao STJ para indiciar governador do Pará por fraudes na compra de respiradores
Caso o pedido seja aceito, Helder Barbalho (MDB) vai responder pelos crimes de falsidade documental e ideológica, associação criminosa, corrupção e lavagem de dinheiro.


Foto: Reprodução

Acusado de cometer irregularidades na compra de respiradores para pacientes da Covid-19, o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB-PA), pode ser indiciado pela Polícia Federal (PF). Para que o indiciamento ocorra, entretanto, a corporação pede autorização do Superior Tribunal de Justiça (STJ), em função do foro privilegiado.

Barbalho é investigado por suposta fraude cometida no ato de compra dos aparatos, que foram orçados em R$ 50 milhões.

Os investigadores acreditam que o governador do estado e outras sete pessoas integravam um esquema de corrupção. Entre os acusados, está o secretário de Saúde do Pará, Alberto Beltrame. As informações são do G1.

A Polícia Federal avalia que os elementos colhidos ao longo da investigação são “suficientes” para comprovar o envolvimento do grupo no esquema. As compras foram feitas sem licitação.

A aquisição dos equipamentos, conforme informado pelos investigadores, ocorreu de forma tendenciosa, havendo favorecimento de uma empresa no certame. Documentos também teriam sido forjados para mascarar as irregularidades.

Em caso de sinal verde do STJ, a Polícia Federal indiciará o governador por fraude licitatória, falsidade ideológica, falsidade documental, corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Fonte: G1 Pará


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   05/05/2021 17h55

Itaituba - PA
 

POLÍTICA  |   30/04/2021 18h24


POLÍTICA  |   26/04/2021 19h30