REGIONAL

Mulheres Munduruku querem presença de Bolsonaro em reunião em Jacareacanga, no PA
Encontro vai acontecer na aldeia Karapanatuba, às margens do rio Tapajós, no Município de Jacareacanga


(Foto: Divulgação/ Marcos Correia/ PR)

Um grupo de mulheres da etnia Munduruku, divulgou um vídeo nas redes sociais reivindicando a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, em uma reunião marcada para o dia 15 de junho.  O encontro vai acontecer na aldeia Karapanatuba, às margens do rio Tapajós, no Município de Jacareacanga, no sudoeste do Pará.  

Segundo as mulheres Munduruku, várias autoridades já confirmaram presença na reunião, entre elas, deputados estaduais e federais e advogados que representam as aldeias. Temas relacionados a crimes ocorridos dentro da Terra Indígena Munduruku, praticados por invasores, serão colocados em pauta, durante o encontro, de acordo com representantes da aldeia Karapanatuba.  

Ainda de acordo com as indigenas, ela vem sofrendo perseguições de Ongs e da Prefeitura de Jacareacanga, "estão perseguindo todos nossos líderes. Não aceitamos que elas sejam nossas representantes, pedimos à Funai e PF a intimação destas pessoas que estão prejudicando a vida da maioria dos povos indígenas Munduruku do sudoeste do Pará", disse uma das mulheres. 

Zona de tensão

Na última segunda-feira, 31 de maio, agentes das forças federais de segurança retornaram ao Município de Jacareacanga, no Sudoeste do Pará, para evitar novas invasões de terras indígenas e ataques de garimpeiros na região.  

A medida foi realizada após o Tribunal Regional Federal da 1ª Região determinar, no sábado 29 de maio de 2021, que o governo federal enviasse efetivos armados para garantir a segurança dos moradores do local.

Fonte: RomaNews


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



REGIONAL  |   29/06/2022 17h51

Altamira - PA
 




REGIONAL  |   22/06/2022 21h25


REGIONAL  |   21/06/2022 20h47

Santarém - PA