SAÚDE

Família pede ajuda para custear cirurgia de criança itaitubense com Hidrocefalia
Maria Vitória, de 5 anos, está em Santarém esperando realizar a cirurgia, que custa mais de R$ 19 mil, e precisa ser feita com urgência.


Maria Vitória, de 5 anos. (Foto: Reprodução)

Uma  menina itaitubense que foi diagnosticada com Hidrocefalia, precisa passar por uma cirurgia de urgência, e sua família, que reside no bairro da Liberdade, em Itaituba, pede ajuda da população para arrecadar o valor do tratamento que custará R$ 19.500. Maria Vitória Oliveira Gonçalves, de 5 anos, está hospedada com a avó em uma casa, em Santarém, onde se consultou com um neurologista que diagnosticou a doença.

Maria Vitória, de 5 anos. (Foto: Reprodução)

O pai de Maria Vitoria, Bruno Gonçalves, de 25 anos, conversou com a redação do Giro, e explicou que não tem certeza se a cirurgia pode ser realizada no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém, caso fosse realizada, teria que ser feita através do Tratamento Fora de Domicílio (TFD), que demoraria bastante, por isso o pai tenta realizar a cirurgia em um hospital particular, devido a urgência.
 
Segundo informações repassadas por Bruno, a menina sente muita dor de cabeça, febre, dor nas costas (que são tão fortes que ela chega a gritar), e têm episódios de vômito. A equipe médica informou a família que quanto mais demorar para a cirurgia ser realizada, mais forte serão os sintomas sentidos por Maria Vitória. Ela não será mais uma criança ativa e passará mais tempo dormindo, podendo ter sequelas mesmo depois da cirurgia, disse Bruno.
 

“Eu não quero ver minha filha ruim, eu não quero ver ela sentindo dor direto, e não quero esperar o TFD, a gente até deu entrada, ela passou 8 dias internada no municipal, quando deram alta foi dado o encaminhamento para o TFD, o encaminhamento para uma tomografia que a gente fez no HRT. O encaminhamento do TFD pra Santarém ainda não saiu. A ida de Itaituba pra Santarém foi custeada pelo dinheiro arrecadado através de uma feijoada beneficente”, relatou Bruno Gonçalves.

Maria Vitória não vinha se sentindo bem há algum tempo, e no final do mês de junho sentiu uma piora e seu pai a levou ao Hospital Municipal de Itaituba (HMI), onde foram realizados exames para diagnosticar a doença que causava os sintomas. Ela passou alguns dias internada e também chegou a fazer exames no Hospital Regional do Tapajós (HRT), mas a confirmação da Hidrocefalia aconteceu só em Santarém.
 
Explicação de como a Hidrocefalia se age no cérebro. (Foto: Reprodução)

A hidrocefalia é uma condição caracterizada pelo acúmulo anormal de líquido dentro do crânio que leva ao inchaço e ao aumento de pressão cerebral e quando não tratada, as sequelas podem incluir atraso no desenvolvimento físico e mental, paralisia ou até mesmo morte. O médico que consultou Vitória disse que no caso dela seria uma cirurgia rápida, de cerca de 40 minutos, ela entraria em um dia e no outro já iria para casa ficar em repouso e mesmo existindo riscos, eles seriam mínimos.
 
Caso você queira ajudar com qualquer valor a transferência pode ser feita através das chaves de PIX:
 
  • (93) 99143-0422 | em nome de Deborah;
  • (93) 98100-1179 | em nome de Bruno;
 Qualquer quantia é de suma importância para ajudar a pequena Maria Vitória.

Chaves do pix, à direita, valores da cirurgia, à esquerda. (Foto: Reprodução)

Fonte: Portal Giro


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



SAÚDE  |   20/09/2021 12h14

Itaituba - PA
 




SAÚDE  |   14/09/2021 16h10

Itaituba - PA
 

SAÚDE  |   14/09/2021 08h38

Itaituba - PA