SAÚDE

Profissionais da saúde reclamam de falta de pagamento de gratificação prometida pela Prefeitura de Itaituba
A gratificação, que seria voltada para os profissionais que atuaram na linha de frente de combate à Covid-19 foi prometida em 2020, mas até a presente data ainda não foi paga.


(Foto: Reprodução)

Os profissionais de saúde de Itaituba que atuaram na linha de frente do combate à Covid-19 têm reclamado da falta de pagamento da gratificação prometida pelo Prefeito Municipal desde 2020.

Segundo os coordenadores do SindSaúde, Ana Maria e Kelison fomos, os mesmos procuraram Iamax Prado, Secretário Municipal de Saúde, para verificar se o pagamento citado seria realizado ainda na folha de pagamento de dezembro (2021), "conforme informação recebida" pelo sindicato.

Porém, o secretário teria informado que o projeto de lei [realizado devido a circunstância da pandemia] seria refeito e não haveria tempo hábil para ser votado na Câmara de Vereadores ainda no presente ano.
 

"Os coordenadores desse sindicato fez sua parte de cobrança mais infelizmente não alcançamos êxito, só lembrando quem apresentou essa proposta de gratificação foi a gestão e não cumpriu com a palavra", a coordenação do SindSaúde.

"Só os profissionais da área da saúde que não estão felizes, nosso abono está há quase 1 ano na conta da prefeitura em decorrência ao covid, trabalhamos que nem condenados, sem feriado e sem folgas, suprindo a necessidade de outros funcionários que adoeceram por conta da Pandemia. [...] o projeto vai ter que ser reelaborado porque está errado", disse um informante.


O Giro procurou Iamax Prado para que explicasse o ocorrido e, segundo o secretário, a gratificação destinada a esses profissionais será paga no ano de 2022, além de que o dinheiro recebido pela Prefeitura "não são deles", mas como "poderia ser usado para bonificar", "daí o prefeito vai usar 1 milhão para bonicar".

Ainda de acordo com Prado, "o projeto foi feito até 31 de Dezembro de 2020" e o "Prefeito pediu pra inserir até Agosto 2021". A alteração feita no projeto poderá ser aprovada apenas no começo de 2022, pois " não há tempo hábil para o Conselho de Saúde aprovar e a Câmara [de vereadores] entra de recesso parlamentar", "acredito que no retorno do recesso parlamentar", poderá ser feita a aprovação. 

Fonte: Portal Giro


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



SAÚDE  |   24/06/2022 09h49

Itaituba - PA
 




SAÚDE  |   21/06/2022 16h49

Itaituba - PA
 

SAÚDE  |   18/06/2022 11h11

Itaituba - PA